Comunicação Institucional

A comunicação dos órgãos federais sofrerá alterações durante o período eleitoral no Brasil. Desde o dia 7 de julho de 2018, os canais de comunicação da FURG, bem como das demais Instituições Federais de Ensino Superior, seguirão determinadas diretrizes na divulgação de conteúdos. A medida se estende até 7 de outubro de 2018, data do primeiro turno, ou até 28 de outubro de 2018 caso a disputa siga ao segundo turno. As restrições irão afetar o portal da FURG, os sites dos campi e todas as demais páginas institucionais da universidade e se aplicam aos conteúdos veiculados, independentemente do meio pelo qual se realizam. E-mails institucionais também são considerados nas medidas previstas para o período eleitoral. Segundo as diretrizes, a comunicação exercida pelos órgãos de governo deverá, no período eleitoral, priorizar conteúdos estritamente informativos ou de interesse do cidadão vinculadas à prestação de serviços públicos. Ficam assim vedadas as publicações que contenham nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos, assim como conteúdos ou análises com juízo de valor sobre ações, políticas públicas e programas sociais e comparações entre gestões de governo.

No dia 18 de agosto de 2017, realizaram-se as formaturas das 40ª e 41ª edições do programa De Bem Com A Vida do CENPRE.
O projeto de prevenção, coordenado pelos Professor Fernando Senna e o estagiário de psicologia Ismael Salaberry, realizou nove encontros com os jovens de ambas as edições e, além de palestras, conversas e atividades educativas, desenvolveram-se vínculos positivos com o objetivo de alertar e desenvolver valorização do corpo e da própria saúde. 

Da formatura, participaram não só os alunos concluintes, mas também familiares dos mesmos e os demais profissionais envolvidos no desenvolvimento do projeto. Como representantes da 40ª edição, tivemos a parceria da professora Michelle Velleda do Centro de Referência em Assistência Social Equipe Volante do Bairro da Quinta; e da 41ª, a professora Maria Tereza Silva e a Irmã Cecília Slongo do projeto Semente da Esperança (São José do Norte). 

A coordenadora do Cenpre, professora Ana Luiza Muccillo-Baisch, destacou a importância desse tipo de atividade para os jovens, visto que elas são consideradas fatores de proteção e contribuem para a saúde física e psíquica dos sujeitos.